terça-feira, 27 de outubro de 2015

A Decadência do Rock na Mídia

Neste post, escreverei abaixo minha opinião sobre o motivo da queda desse gênero musical que tanto adimiramos que é o rock and roll, mostrando também um pouco de sua evolução nas paradas de sucesso.Como vocês podem notar neste post AQUI que coloquei na semana passada, dando uma olhada nele pode se perceber como o rock foi perdendo popularidade ao longo dos anos e como ele era tão popular em seu início, principalmente nos anos 60, que pra mim foi o auge da criatividade do gênero e como principalmente depois dos anos 2000 ele foi começando a cair de qualidade em termos de grandes artistas até ficar praticamente morto nas grandes mídias como rádio e televisão.

Os altos e baixos do Rock

Quando o rock começou a se popularizar no fim dos anos 50, graças a música "Rock Around The Clock" da banda Bill Halley and The Comets, muitas pessoas torçeram o nariz para esse novo som e inclusive chegaram a dizer que era uma "onda passageira". Ele estavam enganados, pois o rock só evoluiu com o surgimento de bandas que mudaram o rumo da música como os Beatles, The Rolling Stones, The Who, Led Zeppelin, entre outras, todas tendo seu primeiro álbum lançado na década seguinte. Com o gênero, um outro modo de enxergar a música surgiu e ela definitivamente virou um negócio lucrativo com artistas que arrastavam multidões de fãs enlouquecidos como Elvis Presley e os Beatles e novos modos de divulgação como por exemplo o videoclipe que viria a ser muito importante, principalmente nos anos 80.

Nos anos 60, o rock fazia sucesso com singles principalmente. Os Beatles por exemplo lançavam várias músicas apenas em singles e vendiam milhões de cópias e claro os álbuns que foram lançados também seriam revolucionários como "Sgt peppers lonely Hearts Club Band" dos Beatles, "Tommy" do The Who , os dois primeiros do Led Zeppelin, o primeiro do Pink Floyd e por aí vai, a lista é bem grande. E é nesse setor que na minha opinião o rock teve mais sucesso até hoje, na venda de álbuns, graças aos grandes discos lançados nesta década.Com o tempo o sucesso de singles no rock foi acabando. Hoje em dia se você for ver os álbuns mais vendidos, vão ter alguns de bandas de rock, bem mais do que músicas de sucesso.

Se nos anos 60 teve a "invasão britânica",nos anos 70 o rock começou a ficar mais pesado com a popularidade de bandas como Led Zeppelin e Black Sabbath que viria a inaugurar um subgênero do rock, o heavy metal. Formando aí, mais grande cena de bandas britânicas que aliás sempre estavam presente nesse tipo de situação, quando surgiam novas bandas de rock de sucesso. Foi o caso também do surgimento das bandas de punk rock, encabeçadas principalmente pela trinca Sex Pistols, Ramones e The Clash no final dos anos 70 que também eram bandas do Reino Unido. E elas surgiram bem a tempo, pois o rock estava começando a decair de popularidade graças ao sucesso da música disco na metade da década.

Já no começo dos anos 80 olha quem surgiu denovo, mais bandas britânicas com a New Wave of British Heavy Metal, encabeçadas por grupos como Iron Maiden e Def Leppard. A cena começou a declinar por volta de 1982, com o surgimento da MTV e várias bandas que tiveram sucesso em seu começo acabaram ficando esquecidas, porque não tinham grandes gravadoras para bancar os custos de um bom videoclipe que era essencial para colocar a sua música no canal, que viria a se tornar um dos principais veículo de divulgação de música na época. Porém, as duas citadas acima continuaram com sucesso até hoje. Depois disso mais bandas icônicas iriam surgir. O considerado "Big Four do Trash Metal" surgiu nessa época encabeçado por provavelmente uma das maiores bandas dos anos 80, o Metallica, que acabou ajudando outros grandes grupos a fazerem sucesso como Slayer, Megadeth, Anthrax e Sepultura. Paralelamente a esse movimento outro grande subgênero fazia sucesso, o Glam Metal, que contava com roupas mais "espalhafatosas" e muita maquiagem no rosto, fazendo um som bem influenciado por bandas dos anos 70, encabeçado por bandas como Mötley Crue e Poison. No ano de 1987 foi lançado pra mim um dos maiores álbuns de rock da história, "O Appetite For Destruction" que lançou uma das maiores bandas desta década o Guns N Roses que vendeu mais de 15 milhões de cópias só nos Estados Unidos, levantando ainda mais a popularidade do rock and roll. No caso do Brasil, tivemos também uma explosão de novas bandas de rock encabeçadas principalmente pela Blitz que viria a fazer sucesso em 1982 com a música "Você não soube me amar", ajudando uma série de outras bandas a se destacar e iniciando a melhor cena do rock brasileiro que já existiu, revelando grupos como Legião Urbana, Os Paralamas do Sucesso,Titãs, Barão Vermelho, RPM, Plebe Rude, Engenheiros do Hawaii, entre outras. Inclusive o RPM teve o álbum mais vendido do Brasil na época que foi o "Radio Pirata Ao Vivo" de 1986 com mais de 2 milhões de cópias vendidas. Pelo menos até agora nunca tivemos uma cena como essa em nosso país.

No começo dos anos 90, algumas bandas que até então faziam sucesso nos anos 80 começaram a ficar um pouco mais apagadas na mídia como era o caso do Iron Maiden e o AC/DC por exemplo e a música pop ganhou mais força denovo. Foi aí então que mais uma grande cena surgiu que foi o grunge, encabeçado pelo sucesso do álbum "Nevermind" da banda Nirvana que não só causou uma revolução na música como no vestuário de muitos jovens na época. O ano de 1991 pra mim foi um dos melhores anos da história do rock com vários álbuns que virião a se tornar clássicos como o citado acima, o "Ten" do Pearl Jam, o "Black Álbum" do Metallica, os Illusions do Guns N Roses, o "Bloodsugarsexmagik" do Red Hot Chili Peppers, entre outros. Tudo parecia perfeito para o gênero, até que acontece a morte de Kurt Cobain, dando um banho de água fria no rock.

No que poderia parecer o fim, mais uma banda surge para começar uma nova cena, o Oasis, que fez muito sucesso, nos seus 3 primeiros álbuns vendendo milhões naquela década. E ajudou uma leva de bandas como Blur, The Verve, Supergrass, Placebo e Pulp a se destacarem. O movimento foi apelidado de "Britpop" e trouxe consigo várias músicas de sucesso. Aqui no Brasil também tivemos uma nova cena na metade da década e aconteceu a mesma coisa que lá fora, algumas bandas que se destacaram nos anos 80, ficaram mais apagadas na mídia, como Capital Inicial, Ultraje A Rigor, Barão Vermelho e a própria Blitz que encabeçou esse movimento. Porém surgiram outros grupos que vieram a fazer muito sucesso como Raimundos, Charlie Brown Jr, Skank e Mamonas Assassinas que tiveram uma duração curta, mais venderam milhões em seu primeiro álbum e ajudaram o rock a ficar mais popular aqui. Mais uma vez tudo parecia flores, o rock tinha renascido com essas bandas e nada poderia abalar esse novo movimento. Bem, não foi exatamente assim que aconteceu. No final dos anos 90, boy bands como Backstreet Boys e Nsync e cantoras como Britney Spears e Cristina Aguilera, despontaram, vendendo milhões e levando meninas adolescentes a loucura, diminuindo novamente a chama do nosso querido rock.

Porém mais uma vez como acontece desde os anos 60, sempre aparece algumas bandas que encabeçam uma nova cena e dessa vez não foi diferente com o surgimento de grupos que lembravam a sonoridade de bandas dos anos 60 e 70, como The Strokes, Arctic Monkeys e Franz Ferdinand despontaram com alguns sucessos, sendo a primeira apontada por alguns como a "Nova salvação do rock". Não foi bem assim, logo essas bandas foram sumindo dos destaques na mídia porém continuaram fazendo bons trabalhos e álbuns interessantes como White Stripes e Queens of the Stones Age, bandas que começaram no fim dos anos 90, mais despontaram nos anos 2000, tendo alguns trabalhos bem elogiados pela crítica. Nessa década também o rock teve principalmente dois picos que foram o álbum de estréia do Evanescence que emplacou a música mais escutada do mundo em 2003, "Bring me To Life" e o álbum "American Idiot" do Green Day que emplacou a música "Boulevard of Broken Dreams" em primeiro lugar.
Depois disso, surgiu a última cena de maior relevância do rock na mídia que foi encabeçada pelas bandas de "Emocore" como My Chemical Romance, Simple Plan, entre outras. O resto vocês já sabem, o rock hoje praticamente morreu em termos de músicas de sucesso na mídia, mas na venda de álbuns costuma emplacar alguns nas paradas de vez em quando, porém com as bandas mais antigas. O que chamávamos de pop rock ontem, hoje está uma coisa mais pop do que rock e é isso que o gênero costuma a emplacar com artistas como OneRepublic, Imagine Dragons e Maroon 5. Em termos de shows também as bandas antigas levam mais vantagem conseguindo maior público, claro devido também a ter mais anos de estrada e mais fãs adquiridos ao longo de sua jornada. Bandas menores são mais assistidas quando há algum grande festival como "Rock In Rio" ou "Lolapallozza".


A Razão da queda do rock na mídia

Essa questão da queda do rock na mídia pode se dever a vários fatores e muitas pessoas podem ter uma opinião diferente da minha, pois vou colocar o que eu acho que foi e quem tiver uma opinião diferente por favor diga nos comentários.

Bem, vocês notaram acima que descrevi praticamente a história do rock durante os anos, mostrando os seus altos e baixos e vocês podem reparar que sempre quando havia uma queda surgia uma nova cena que levantava o gênero denovo. Pois esse é um dos problemas, não está surgindo uma nova cena relevante de bandas e nem uma em especial que possa destacar as outras como aconteceu desde os anos 60. E além disso, parece que muitas pessoas que curtem rock não estão apoiando mais o gênero. Eu já vi em tudo que é site pessoas só reclamando que o rock anda mal, que antigamente era melhor. Bem, eles tem razão, como você pode ver no texto acima, realmente o rock era melhor há muitos anos atrás, porém não se pode só viver de passado. Hoje com a internet temos vastas possibilidades de encontrar novas bandas boas e em vez de ficar reclamando devíamos procura-las e divulga-las cada vez mais.

Você pode notar que no caso de vários artistas da música pop como Rihanna, Beyoncé, Katy Perry e por aí vai, os fãs são bem assíduos na divulgação dos artistas. Pedem os videoclipes deles na televisão, comentam sobre eles no twitter, comparecem a todos os shows, compram o material deles, compartilham notícias e por aí vai. Por isso eles vão estar sempre em evidência, enquanto os fãs de rock só reclamam e glorificam as bandas antigas e mesmo assim não as divulgando o suficiente.

Já coloquei aqui no blog mesmo uma série de bandas novas que são muito boas e merecem mais atenção, veja clicando AQUI uma das postagens e no final dela mesmo tem os links para as outras partes.
Se não houver movimentação, dificilmente haverá uma nova cena e o pop irá reinar por muito tempo tendo aquelas várias canções clichés que já estamos acostumados a ouvir ao longo dos anos.
Aqui no Brasil a situação é mais crítica. Lá fora ainda existem bandas de rock tendo algum destaque e nos Estados Unidos já existem há muito tempo paradas de sucesso só de rock. Mais aqui, de uns anos pra cá o sertanejo universitário vem dominando e o rock aqui já está praticamente fechando a tampa do caixão. Porém as bandas antigas ainda tem uma popularidade grande aqui e os grandes festivais ajudam na divulgação do gênero. O negócio é que as bandas antigas daqui a pouco vão acabar pois seus integrantes já estão com idades avançadas e é questão de tempo para nem isso o rock ter mais.

Mas como muita gente pensa, eu não acho que o rock morreu e nem morrerá, pois sempre terá alguém tocando ou divulgando o gênero. Porém irá chegar uma hora que ele não vai ser mais rentável e bandas vão fazer shows por puro prazer mesmo. E é isso que eu não quero que aconteça. Quero que as bandas que surjam tenham uma esperança de poder ser significantes na vida de uma pessoa como foram várias bandas ao longo da história e possam mudar algo. Tem gente que acha que fazer música é fácil e não é. Exije muito trabalho e dedicação. Tem muitas pessoas que nasceram pra isso, então por que não ganhar dinheiro fazendo o que gosta ?

Se apoiarmos mais o rock ele vai poder voltar com tudo na mídia de novo. Em vez de ficar se lamentando procure bandas novas e curtam as redes sociais deles, comprem algum material e divulguem-nas. Podem fazer isso também com as bandas antigas que ainda estão na ativa. O importante é fazer a chama brilhar novamente e levantar denovo esse gênero musical que tanto gostamos. Não sei quanto a vocês, mais acho que já está mais do que na hora de surgir uma nova e vibrante cena do rock and roll.

Bem é isso pessoal, dêem sua opinião sobre o que você acha desse assunto nos comentários. Breve virão mais postagens e se você quiser receber conteúdo exclusivo do blog e download de playlists, coloque seu e-mail nesse post clicando AQUI.


Confira também outros posts recentes:

Um comentário:

Pense bem antes de comentar, qualquer mensagem ofensiva será deletada. Não perca o seu tempo escrevendo besteira.