sábado, 16 de julho de 2011

Os Melhores Álbums do Rock Brasileiro nos anos 80

Nos anos 80 , o rock n roll brasileiro teve o seu ápice com o surgimento de várias bandas de sucesso que conseguiram não só renome nacional como internacional também . Vários álbums clássicos e marcantes também surgiram nessa época e é nisso que focarei nesse post . Exaltando que esta é minha opinião e são álbuns lançados apenas nos anos 80 . Caso tenha me esquecido de algum que você ache importante mencionar , diga nos comentários .





Blitz - As Aventuras da Blitz (1982) 


A banda Blitz foi uma das percursoras do rock nacional , sendo uma das primeiras a fazer sucesso nos anos 80 . O grupo faz um rock leve com letras bem humoradas e contava com um extenso número de integrantes : Evandro Mesquita, guitarra e voz; Fernanda Abreu, backing vocal; Marcia Bulcão, backing vocal; Ricardo Barreto, guitarra; Antônio Pedro Fortuna, baixo; William "Billy" Forghieri, teclados; e Lobão (depois substituído por Juba), bateria.
Esse primeiro album foi o que teve maior repercussão do grupo, contando com sucessos como "Você não soube me amar " e "Mais Uma de Amor (Geme Geme)"  .






Barão Vermelho - Barão Vermelho (1982)


Após ouvir uma fita demo da banda gravada em 1981, o produtor Ezequiel Neves convence o diretor artístico da Som Livre a gravar a banda. Juntos convencem o presidente da Som Livre, João Araújo (pai de Cazuza) a lançar a banda . A banda entra em estúdio para gravar seu primeiro álbum. Barão Vermelho, gravado em dois dias, é lançado em 15 de setembro de 1982. O disco é o primeiro álbum lançado por uma banda de rock brasileiro e cai como uma bomba no cenário da música popular brasileira. Contudo, o disco não alcança altas vendagens. A música "Todo Amor Que Houver Nessa Vida" tornou-se um dos clássicos da banda e Caetano Veloso a inclui no seu repertório em 1983. Também destacam-se "Dowm Em Mim" e "Ponto Fraco". O som do álbum é puro rock n roll e conta com um dos melhores vocalistas da época que era o Cazuza e interessantes levadas e riffs de guitarra .





Camisa de Vênus - Camisa de Vênus (1983)





No começo da década de 80 , a banda realiza alguns shows na capital baiana e  uma pequena gravadora local, chamada NN Discos, se interessa pelo grupo e chama-os para gravarem um compacto, com a possibilidade de gravarem um álbum. São gravadas duas músicas em Salvador: Controle Total e Meu Primo Zé. Após o compacto, a gravadora decide dar a oportunidade deles gravarem um álbum. Uma reunião com a gravadora em relação ao nome da banda quase a prejudicou, mais o álbum foi lançado em 1983 e conteve o sucesso "Bete Morreu" que pouco depois de seu lançamento foi vítima de censura que proibiu a veiculação radiofônica da música em território nacional .





Paralamas do Sucesso - O Passo do Lui (1984) 




O Passo do Lui foi o segundo álbum  lançado pela banda , que veio a ter mais sucesso quando apareceu no festival Rock In Rio em 1985 , que foi considerado um dos melhores shows do evento . Esse disco possui algumas das músicas mais clássicas do trio como "Meu Erro" e "Óculos" . O grupo contem fortes influências do reagge , do ska e claro do rock n roll em suas composições.









Barão Vermelho - Maior Abandonado (1984)



O álbum Maior Abandonado foi considerado o melhor álbum da banda, tanto pela crítica especializada como pelo público.E também foi o último álbum com a formação original, com Cazuza nos vocais, Roberto Frejat na guitarra, Dé Palmeira no baixo, Maurício Barros nos teclados e Guto Goffi na bateria.Após "Pro Dia Nascer Feliz" virar um hit no Brasil, a banda é convidada para compor e gravar o tema do filme Bete Balanço. "Bete Balanço" torna-se a música de maior sucesso da banda impulsionando o filme, que vira sucesso de bilheteria. A música também impulsiona as vendagens do terceiro disco do Barão Maior Abandonado lançado em outubro de 1984, que conquista disco de ouro. Outros sucessos do álbum são: "Maior Abandonado" e "Por Que a Gente é Assim?". Ainda em 1984, é lançado o single "Eu Queria Ter Uma Bomba" (que faz parte da trilha sonora da telenovela A Gata Comeu). A banda se apresenta no Rock in Rio em janeiro de 1985 e é uma das poucas bandas brasileiras a não ser vaiada.





Legião Urbana - Legião Urbana (1985)



O primeiro álbum Legião Urbana, lançado em 2 de janeiro de 1985, é extremamente politizado, com letras que fazem críticas contundentes a diversos aspectos da sociedade brasileira. Paralelo a isso, possui canções de amor que foram marcantes na história da música brasileira, como "Será", "Ainda é cedo" e "Por Enquanto", esta última que é considerada como a melhor faixa de encerramento de um disco, segundo Arthur Dapieve, crítico e amigo de Renato Russo. "Geração Coca-Cola" é outra música famosa deste álbum.






RPM - Revoluções Por Minuto (1985)


No mês de maio de 1985, chega às lojas Revoluções Por Minuto, no vácuo de um país ainda perplexo com a morte de Tancredo Neves. O misto de paixão platônica e pretensa declaração de amor de "Olhar 43" emplaca nas rádios e abre caminho para que outras faixas, mais politizadas e/ou conceituais, façam o mesmo. As faixas do disco tratam também de temas como política internacional e transformações sócio-econômicas. As músicas são marcadas pela forte presença da bateria eletrônica e pelo clima soturno dos arranjos de Luiz Schiavon. O sucesso do álbum é tanto que o RPM emplaca rapidamente uma seqüência de hits no rádio (oito entre as onze faixas do álbum) e chega à marca de 100.000 LPs vendidos (disco de ouro). Revoluções por Minuto chegou a vender 300 mil cópias.







Titãs - Titãs (1985)



Esse é o primeiro álbum da banda Titãs e nele contém o primeiro sucesso da banda que é da música "Sonifera Ilha". Essa música garantiu presenças constantes nas rádios e em atrações televisivas como a Discoteca do Chacrinha e o Programa Raul Gil. As vendagens de Titãs, porém, foram decepcionantes: o álbum não chegou nem mesmo a 50 mil cópias vendidas. Parte da culpa foi atribuída ao lançamento em compacto da própria "Sonífera Ilha", que acabou por trazer "Toda Cor", futuro single, no lado B, que vendeu cerca de 60 mil exemplares. Mas o lançamento de singles era uma praxe no mercado brasileiro na época e uma ferramenta decisiva para o sucesso de bandas contemporâneas dos Titãs, como o Ultraje a Rigor e o Kid Abelha. Nesse sentido, o lançamento do single é uma explicação pouco convincente para as baixas vendagens do disco de estréia. Fora estas duas faixas, ainda constam versões para: "The Harder They Come", de Jimmy Cliff, que Nando Reis interpretou como "Querem Meu Sangue"; "Patches" (de Ronald Dunbar e G. N. Johnson), vertida para o português como "Marvin" por Nando e Sérgio Britto; e de "Ballad of John and Yoko" (dos Beatles), transformada por Sérgio em "Balada Para John e Yoko", sem contar a versão inicial de "Go Back", feita pelo tecladista a partir de um poema de Torquato Neto. Todas seriam posteriormente revistas em outros discos do grupo, com resultados consideravelmente superiores tanto do ponto de vista artístico quanto financeiro.





Plebe Rude - O Concreto Já Rachou (1985)



O "Concreto Já Rachou" foi o primeiro álbum da banda Plebe Rude e o que mais fez sucesso do grupo . Ele traz músicas com letras politizadas e instrumentais bem cruas remetendo a sonoridade do punk rock . O disco possui 7 faixas de pouca duração (2 a 3 minutos em média) e traz ótimas músicas como "Até Quando Esperar " e "Proteção" .







Ultrage a Rigor - Nós Vamos Invadir sua Praia (1985)



Esse foi o álbum de estréia da banda Ultraje A Rigor . O título do disco é explicado pelo produtor Pena Schmidt como uma provocação das bandas paulistas aos grupos cariocas, pelo fato de estar chegando uma geração de paulistas fazendo sucesso no Rio de Janeiro, um dos berços do rock nacional dos anos 1980.
Entre as principais canções do disco, estão "Zoraide", "Ciúme", "Independente Futebol Clube" (gravada ao vivo), "Eu Me Amo", "Marylou" (com participação especial de Herbert Vianna, dos Paralamas do Sucesso, na guitarra solo) e a faixa-título (com a participação dos cantores Selvagem Big Abreu, membro do grupo João Penca e Seus Miquinhos Amestrados; Lobão, Léo Jaime e Ritchie). Nove das onze faixas do disco estiveram entre as mais tocadas na época. O disco também fez com que os shows do Ultraje quebrassem recordes de público, principalmente no Canecão, no Rio de Janeiro.





Kid Abelha - Educação Sentimental (1985)



"Educação Sentimental" é o segundo álbum da banda Kid Abelha . Este foi o último disco com a participação de Leoni, o então principal compositor do grupo. O trabalho foi muito bem vendido , ficando em primeiro lugar nas paradas brasileiras e rendendo disco de ouro . Destaque para os grandes sucessos "Lagrimas e Chuva" , "Garotos" e "Educação Setimental I e II" . No mesmo ano , muito devido ao sucesso deste álbum a banda se apresenta no primeiro festival Rock in Rio .







Cazuza - Exagerado (1985)



Exagerado é o primeiro álbum solo do cantor e compositor  Cazuza, lançado em 1985. Foi o primeiro álbum lançado pelo cantor após sair do Barão Vermelho, e vendeu quase 80 mil cópias.Durante as gravações do quarto álbum, Cazuza (principal letrista e vocalista) decidiu sair do Barão Vermelho, alegando ele próprio ser "muito egoísta para dividir a atenção e os palcos". Levou consigo músicas que fariam parte do álbum do Barão. Em agosto de 1985, Cazuza foi internado no Hospital São Lucas, em Copacabana, para ser tratado por uma pneumonia. Em novembro do mesmo ano, Exagerado foi lançado, trazendo a faixa-título "Exagerado" (co-composta por Leoni), "Mal Nenhum" (co-composta por Lobão) e "Codinome Beija-Flor", composta enquanto ele estava no hospital, onde beija-flores apareciam na sua janela.





Legião Urbana - Dois (1986)


"Dois" foi o segundo álbum lançado pela banda Legião Urbana .O sucesso do álbum anterior fez com que Renato Russo cogitasse fazer o segundo álbum como duplo, intitulado "Mitologia e Intuição". A gravadora, porém, não se entusiasmou com a idéia, e o álbum acabou sendo simples. Mesmo assim, acabou responsável pela maior quantidade de vendas da história da Legião Urbana, alavancado pelo sucesso de "Eduardo e Mônica", uma faixa que era considerada difícil, por não ter um refrão. O álbum vendeu mais de 1,2 milhão de cópias.Fazem parte do álbum também os sucessos "Índios"", "Tempo Perdido" e "Quase Sem Querer". A faixa "Fábrica" foi durante muitos anos usada para abrir os shows da Legião, o que está registrado no álbum póstumo "As Quatro Estações Ao Vivo".




Titãs - Cabeça Dinossauro (1986)

"Cabeça Dinossauro" é o terceiro álbum da banda Titãs . Lançado em finais de junho de 1986, não só marcou a estréia da parceria da banda com o produtor Liminha como também garantiu o primeiro disco de ouro para a banda, em dezembro do mesmo ano. A prisão de Arnaldo Antunes e de Tony Bellotto, nos finais de 1985, por porte de heroína, e a clara vontade da banda querer buscar uma unidade sonora – mais precisamente, pesada - influenciaram na mudança estética que a banda tomou neste LP, após a expressão de uma sonoridade um tanto confusa (que poderia revelar algumas boas canções) nos dois álbuns anteriores.
A capa foi baseada em um esboço do pintor italiano Leonardo Da Vinci, intitulado A expressão de um homem urrando. Um outro desenho de Da Vinci, Cabeça grotesca, foi para a contracapa do disco.
Ainda que remetesse muito ao punk rock, o disco mostra que os Titãs interviam ainda no reggae ("Família"), no funk ("O Quê?", "Bichos Escrotos" e "Estado Violência") e até mesmo em um cerimonial dos índios do Xingu (na faixa-título). Nas letras, vários pilares da sociedade foram discutidos acidamente, expressas a começar pelo título das canções: "Polícia" (de Tony), "Igreja" (de Nando Reis), "Estado Violência" (primeira colaboração do baterista Charles Gavin como compositor dentro da banda). Há também críticas acerca do estado capitalista ("Homem primata") e os tributos abusivos pagos pela população ("Dívidas").A banda deu caráter antológico à obra ao resgatar "Bichos Escrotos", canção que tocavam desde 1982 e que só pôde ser gravada nesta ocasião. Mesmo assim, a censura vetou a faixa nas rádios por conta do verso "vão se foder", o que não desencorajou algumas rádios a tocarem uma versão com a tal frase vetada, às vezes até a própria versão original, o que acarretava um pagamento de multa.
Das 13 faixas do álbum, 11 foram executadas em rádios - como únicas exceções as faixas "A Face do Destruidor" e "Dívidas".
Em 1997, a revista Bizz elegeu Cabeça Dinossauro como sendo o melhor álbum de poprock nacional.







Paralamas do Sucesso - Selvagem? (1986)



"Selvagem" é o terceiro álbum da banda "Paralamas do Sucesso" . O álbum contrapunha a "manipulação" desde sua capa (com o irmão de Bi no meio do mato apenas com uma camiseta em torno da cintura), e misturava novas influências, principalmente da MPB. Com sucessos como "Alagados", "A Novidade" (a primeira com participação de Gilberto Gil, e a segunda co-escrita com ele), "Melô do Marinheiro" e "Você" (de Tim Maia), "Selvagem?" vendeu 700.000 cópias e credenciou os Paralamas a tocar no cultuado Festival de Montreux, em 1987. O show no festival da cidade suíça viraria o primeiro disco ao vivo da banda, D. Nele, a novidade, em meio ao show com os sucessos já conhecidos, era a inclusão de um "4º paralama", o tecladista João Fera, que excursiona com a banda até hoje, como músico de apoio.





Ira ! - Vivendo e Não Aprendendo (1986)



"Vivendo e não aprendendo" é o terceiro álbum da banda Ira! . Ele é considerado por muitos fãs como seu melhor álbum, e também por especialistas como o melhor álbum nacional dos anos 80 (por conter muitas faixas que se tornariam grandes sucessos), Vivendo e Não Aprendendo era o mais famoso e o também o mais bem sucedido comercialmente disco da banda até o lançamento do Acústico MTV em 2004. O disco de 1986, segundo o jornalista Ricardo Alexandre em seu livro Dias de Luta (cujo nome foi tirado, obviamente, de um dos sucessos deste álbum), vendeu 180 mil exemplares à época de seu lançamento, apesar de outras fontes divergirem quanto à isto (estimando as vendagens entre 150 e 250 mil cópias). Por mais de dez anos, foi o único álbum do Ira! a ter alcançado o status de disco de ouro. O êxito do disco é atribuído a três faixas: "Envelheço na Cidade", "Dias de Luta" e, especialmente, "Flores em Você". Construída a partir de um arranjo de um quarteto de cordas e um violão tocado por Edgard acompanhando o vocal de Nasi, foi tema de abertura da novela global O Outro, tendo sido uma das canções mais executadas nas rádios brasileiras no período entre 1986 e 1987. "Flores em Você" tem um arranjo altamente influenciado por "Eleanor Rigby" dos Beatles.






RPM - Rádio Pirata ao vivo (1986)


"Rádio Pirata ao Vivo" é o segundo álbum da banda RPM, lançado em 1986. É um dos discos mais vendidos da história da indústria fonográfica do Brasil, com 2,5 milhões de cópias vendidas.
Gravado no Pavilhão de Exposições do Complexo do Anhembi, em São Paulo, o show, com direção do cantor Ney Matogrosso, traz grandes sucessos, como Revoluções Por Minuto, Rádio Pirata, Olhar 43 e as então inéditas Naja (instrumental baseado nos teclados de Luiz Schiavon) e Alvorada Voraz, além das regravações de London, London (de Caetano Veloso) e de Flores Astrais (do grupo Secos & Molhados, do qual Ney Matogrosso fez parte).






Capital Inicial - Capital Inicial (1986)



Esse foi o primeiro álbum da banda Capital Inicial , foi lançado em 1986 e recebeu ótimas críticas. "Um rock limpo, vigoroso, dançante e sobretudo competente, a quilômetros de distância da mesmice que assaltou a música pop brasileira nos últimos tempos", assim o jornalista Mário Nery abre a crítica ao disco no caderno Ilustrada, da Folha de S.Paulo, em 29 de julho de 1986. O álbum trazia músicas como "Música Urbana", "Psicopata", "Fátima", "Veraneio Vascaína" (censurada pela Polícia Federal), "Leve Desespero" entre outras, e levou o Capital Inicial ao seu primeiro disco de ouro.






Legião Urbana - Que País é Este  (1987)



"Que País é Este" é o terceiro álbum da banda Legião Urbana .Lançado em 1987, traz uma sonoridade mais pesada, além de canções compostas na época do Aborto Elétrico, primeira banda de Renato Russo. No Brasil foram vendidos mais de 1 milhão de cópias e sendo premiado com Disco de Diamante pela ABPD.
Das nove faixas deste disco, apenas duas foram compostas depois de "Dois"; justamente as duas últimas, "Angra dos Reis", em menção à construção de uma usina nuclear na cidade fluminense de mesmo nome e "Mais do Mesmo", que em 1998 daria título à coletânea Mais do Mesmo. A música "Que País É Este" foi escrita em 1978, na época em que Russo ainda fazia parte do Aborto Elétrico." Faroeste Caboclo" foi composta em 1979, na fase "trovador solitário" de Renato Russo. Com mais de nove minutos de duração, a música, que possui 168 versos e não tem refrão, conta a história do nordestino João de Santo Cristo. Russo a considerava sua "Hurricane" (música de Bob Dylan sobre o boxeador que passou anos injustamente atrás das grades) .






Lobão - Vida Bandida (1987)


"Vida Bandida" é o terceiro álbum solo do cantor e compositor Lobão sendo lançado em 1987 . O disco foi gravado durante a estada de Lobão na cadeia e possui grandes sucessos como Rádio Bla, Vida Bandida e a mais conhecida do disco, Vida Louca Vida. Estima-se que o álbum tenha vendido mais de 350 mil cópias no Brasil inteiro.




Raul Seixas - Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum! (1987)




 "Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum!" é o décimo terceiro álbum solo do cantor e compositor Raul Seixas.
Raul Seixas lançou pela gravadora Copacabana o LP Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum. As gravações ocorreram em 1986, mas por problemas de saúde, Raul só conseguiu lançá-lo em 1987.O disco fez grande sucesso entre os fãs, chegando a ganhar disco de ouro e estando presente até em programas de televisão, como o Fantástico , explodindo com as músicas Cowboy Fora Da Lei, Cantar, Cambalache, Quando Acabar o Maluco Sou Eu, Paranóia II, Canceriano Sem Lar e com uma gravação em inglês de um dos seus maiores sucessos, Gita (intitulada no disco como I am).





Titãs - Jesus não Tem Dentes no País dos Banguelas (1987)


"Jesus Não Tem Dentes no País dos Banguelas" é o quarto álbum de estúdio da banda Titãs, lançado em 1987 pela WEA. Depois o grande sucesso do seu último disco "Cabeça Dinossauro" , a banda resolve inovar ainda mais se utilizando de samplers e bateria eletrônica que foram constantes nas primeiras 7 faixas do disco, causando grande revolução sonora. Dentre as faixas, destacam-se a faixa-título, Diversão, Corações e mentes e Comida, enquanto as outras seguiam a linha ditada pelo disco anterior, como em Lugar Nenhum, Nome aos Bois e Desordem. O disco seguiu o ritmo de vendas do disco anterior, e colocou de vez os Titãs entre as grandes bandas nacionais, graças ao sucesso da parceria com Liminha. O produtor chegou a ser considerado o "9º titã", devido às participações em shows do grupo paulista.






Ultraje a rigor - Sexo !! (1987)



"Sexo!!" é o segundo álgum da banda paulista Ultraje A Rigor .  Lançado com um show surpresa em um shopping na Avenida Paulista, em Março de 1987, o disco quebrava um tabu da indústria fonográfica, em que um primeiro disco de sucesso era sucedido por um disco-fiasco. As principais canções do disco são "A Festa", "Eu Gosto de Mulher", "Pelado" (incluída na trilha sonora da telenovela Brega e Chique, da Rede Globo), "Terceiro" e a faixa-título. O disco marca a entrada de um novo integrante, Sérgio Serra, que entrou para a banda no lugar de Carlo Bartolini, o Carlinhos, que saiu da banda durante as gravações do disco. Uma parte das guitarras foi gravada pelo produtor Liminha.


 




Engenheiros do Hawaii - A Revolta dos Dândis (1987)


"A Revolta dos Dândis" é o segundo álbum da banda Engenheiros do Hawaii . A banda muda o direcionamento temático, iniciando uma trilogia baseada no rock progressivo, com discos com repetições de temas gráficos e musicais e letras em que ocorre a auto-citação. Os arranjos musicais são influenciados pelo rock dos anos 60, as letras são críticas, com ocorrência de várias antíteses e paradoxos e aparecem citações literárias de filósofos, como Camus e Sartre. Destaque para os hits "Infinita Highway", "Terra de Gigantes", "Refrão de Bolero" e a faixa título, dividida em duas partes. Começam os shows para grandes plateias nos centros urbanos do país, como o festival Alternativa Nativa, realizado entre 14 e 17 de junho de 1987. A partir desta data, os Engenheiros encheriam ginásios e estádios pelo Brasil afora.







Inocentes - Adeus Carne (1987)



 "Adeus Carne" é o segundo álbum da banda Inocentes . Contém músicas que tocaram nas rádios rock, como "Pátria Amada" (que se tornou seu segundo vídeoclipe), "Tambores" e "Cidade Chumbo". O show de lançamento, realizado no Center Norte, no estacionamento do shopping na zona norte de São Paulo, reúne mais de dez mil pessoas. Apesar de tudo isso, a gravadora deixa a banda de lado por considerá-la "difícil" de trabalhar.






Viper - Soldiers of Sunrise (1987)



 "Soldiers of Sunrise" é o primeiro álbum da banda Viper . Foi considerado um dos melhores discos do heavy metal tupiniquim , ganhando o título na época de "Iron maiden brasileiro" . As músicas são pesadas e rápidas e contam com o ótimo vocal do jovem André Matos que estava no auge da forma ,fazendo excelentes performances , mostrando toda a sua extensão vocal .





Barão Vermelho - Carnaval (1988)


Carnaval é o sexto álbum da banda brasileira Barão Vermelho. Depois do fracasso de vendas do álbum Rock'n Geral, somente com três dos integrantes originais, a banda lançou, em 1988, o disco Carnaval, misturando rock pesado e letras românticas, além de parcerias de Frejat com Humberto Gessinger e Arnaldo Antunes. O álbum estourou nas rádios por conta da música Pense e Dance, da novela Vale Tudo, de Gilberto Braga, e foi um sucesso absoluto, garantindo ao Barão Vermelho a oportunidade de abrir a turnê de Rod Stewart no Brasil.





 Cazuza - O Tempo Não Pára (1988)



O "Tempo Não Pára " é o quarto álbum solo do cantor Cazuza, sendo o último registro ao vivo do cantor. Foi gravado durante a turnê do disco Ideologia, nos dias 14, 15, e 16 de outubro de 1988 no Canecão, Rio de Janeiro.É considerado por muitos seu melhor trabalho e conta com sucessos de toda a carreira solo e da carreira com o Barão Vermelho também. O show foi dirigido por Ney Matogrosso, cantor e amigo de Cazuza.A canção "O Tempo Não Pára", tirada do disco, teve enorme sucesso em todo o Brasil e logo se tornou um clássico de Cazuza.






 Cazuza - Ideologia (1988)



"Ideologia" é o terceiro álbum solo do cantor Cazuza, lançado em 1988. É considerado o seu melhor álbum de estúdio e ganhou o Prêmio Sharp de melhor álbum. "Ideologia" foi o primeiro disco de Cazuza a ganhar a certificação Ouro, pela ABPD, com vendas acima de 150 mil cópias. A AIDS (doença da qual sofria desde 1985) volta a se manifestar em outubro de 1987. Cazuza é internado na Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro, para ser tratado por uma nova pneumonia. Logo depois, ele foi procurar tratamento nos Estados Unidos. Ao voltar ao Brasil no começo de dezembro de 1987, depois de dois meses de tratamento no New England Hospital de Boston, Cazuza inicia as gravações para um novo disco. Ideologia, lançado em 1988, inclui os hits "Brasil", "Faz Parte do Meu Show" e a faixa-título. "Ideologia" foi eleita a música do ano.






Ira! - Psicoacústica (1988)


Psicoacústica é um álbum de estúdio da banda Ira! . Meses depois da decepcionante apresentação no festival Hollywood Rock, em janeiro de 1988, o Ira! lançou aquele que seria um dos seus discos mais cultuados. Muito lembrado em listas que relacionam os melhores discos da história do rock brasileiro, Psicoacústica foi visto como um disco um tanto quanto ousado e visionário para a sua época, com faixas em estilos muito pouco convencionais para a mídia. O aspecto hermético do disco o deixou com uma aura anticomercial, resultando em vendagens de apenas 50 mil cópias.Psicoacústica mostra o direcionamento do Ira! a diversos gêneros. A banda transitava pelo reggae ("Receita Para Se Fazer um Herói"), hard rock ("Farto do Rock 'n' Roll", a única canção do disco não cantada por Nasi, sendo interpretada por Edgard Scandurra) e rock psicodélico ("Mesmo Distante"). Somente "Manhãs de Domingo" e "Poder, Sorriso, Fama" seguiam a sonoridade dos dois primeiros álbuns da banda, calcados na música mod.






 Legião Urbana - As Quatro Estações (1989)


 "As Quatro Estações" é o quarto álbum da banda Legião Urbana, lançado em 1989. O álbum cristalizou a formação que perduraria até o fim da mesma, após a saída do baixista Renato Rocha, devido a desentendimentos com o baterista Marcelo Bonfá. O disco trata de temas como a bissexualidade, como na canção Meninos e Meninas (em que Renato assume abertamente ser bissexual) e Maurício, e a religião, como em Monte Castelo (adaptada de trechos da Primeira Epístola de São Paulo aos Coríntios, da Bíblia Luís Vaz de Camões). A crítica social também está presente, com cristã, e mesclada a trechos de um soneto de 1965 (Duas Tribos), em que o cantor menciona a tortura (prática comum na ditadura militar, nos anos 70).Nove das onze faixas do disco estão entre as mais conhecidas da banda, considerado por muitos como o melhor e mais inspirado da história da Legião, inclusive pelo próprio Renato Russo. Entre elas, estão: Há Tempos, Pais e Filhos, Quando o Sol Bater na Janela do Teu Quarto (mais tarde regravada pelo Barão Vermelho, também com grande sucesso), Meninos e Meninas, Monte Castelo e Maurício.






Nenhum de Nós - Cardume (1989)


1989 foi o ano escolhido para receber o 2º disco do Nenhum de Nós, Cardume. Disco de vendagem expressiva e que levou a música do Nenhum aos quatro cantos do país. Com uma versão para a música de Dawid Bowie, “Starman”, fez o Brasil inteiro pular ao som de “O astronauta de mármore”. Este álbum pode ser referido como “inovador”. Por quê? Uma das participações especiais do disco é Renato Borghetti , o conhecido Borghettinho, que foi convidado a ferir carinhosamente a faixa “Fuga” com sua gaita ponto. Coisa que uma banda de rock não havia feito até então. As guitarras pesam nesse disco, que tem ainda uma faixa em inglês.






Sepultura - Beneath the Remains (1989)



 "Beneath the Remains" é o terceiro álbum de estúdio da banda Sepultura, lançado em 1989. Foi seu primeiro lançamento pela Roadrunner Records.O disco vendeu mais de 800.000 cópias em todo o mundo. Nesse álbum que as caraterísticas próprias do Sepultura começaram a surgir. A banda apresenta um estilo muito mais técnico, com letras mais profundas e temas mais inteligentes. O estilo passa a ser um thrash metal rápido e agressivo, e as letras tornam-se mais politizadas e críticas. Destaques para as músicas "Inner Self" e "Beneath the Remains".






Fonte para informações : Wikipedia


2 comentários:

  1. Adorei a seleção.
    Apesar de ser nascido nos anos 90, sinto uma nostalgia muito grande ao ouvir ira!, ultraje a rigor, paralamas... talvez porque meus pais viviam escutando quando eu era pequeno (:
    Estou curtindo muito as dicas, seu blog detona o/

    ResponderExcluir

Pense bem antes de comentar, qualquer mensagem ofensiva será deletada. Não perca o seu tempo escrevendo besteira.